segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Palestra com Geraldo Amâncio na terceira roda de palestras e conversas.AVI

Na terceira apresentação do Encanta Cantadores! Homenagem  ao poeta Rosaneto. o poeta Geraldo Amâncio falou um pouco sobre a poesia popular e as origens da cantoria. Junto dele o poeta Zé Eufásio.

domingo, 18 de novembro de 2012

3ª Apresentação do Encanta Cantadores! Homenagem ao poeta Rosaneto

Dia 17 de novembro realizamos na qiadra de esportes situada a rua Mires Marinho no Curió a terceira apresentação do Encanta Cantadores! Dessa vez com a dupla Geraldo Amâncio e Zé Eufrásio, foi um show de poesia popular!


 Felix e Sara nossos animadores, matando a saudade do povo tocando variados gêneros e ritmos do forró, xote e baião pra animara galera.


 José Wagner fazendo a apresentação

 Gabriel ao lado de Geraldo Amâncio

 Ao lado de do poeta Ary Teixeira
 Geraldo Amâncio e Ary Teixeira
 Fernando e Andréia
 Dona Josilene (blusa branca) assiste aos poetas

 Eu fazendo uma média com o público


 Geraldo Amâncio e Zé Eufrásio
 Professor Wagner nos deu uma palhina



terça-feira, 13 de novembro de 2012

Amigos de Zé Guerra mantêm programa ha décadas

Olha só o que o tempo trouxe de volta!
Amigos de Zé Guerra Ainda hoje "pelejam" no programa Brasil Caboclo na radio Riomar de Manaus. A luta tem trazido frutos, é o empenho dos poetas para manter viva a tradição da viola na região Norte do Brasil
Bravos poetas! Olha o link da rádio aí: http://www.rederiomar.com.br/

Zilmar de Sousa éo âncora do programa



Zé Vieira (Mandacaru)
Poeta Zé Inácio

Geraldo Amâncio e Zé Eufrásio na Terceira apresentação do Encanta Cantadores! Homenagem ao poeta Rosaneto



 Geraldo Amâncio  e o poeta Zé Eufrásio

   
Na terceira Apresentação do Encanta Cantadores! Homenagem ao poeta Rosaneto  será a vez de dois grandes nomes do repente, Geraldo Amâncio e Zé Eufrásio, se encontram por volta de 16:00 na Associação Comunitária dos Moradores do Curió - Gente de luta na Rua Engenheiro Diogo Vital Cruz nº 380 - Curió e vão falar um pouco sobre a arte da cantoria. Em seguida apresentação em praça pública na quadra de esportes da rua Mires Marinho (ver no mapa), lá eles vão expor em verso e viola a arte do repente. Terminada a apresentação em praça pública a festa não acaba porque ao lado da quadra de esportes está situada a Palhoça do Seu João. Ali a cantoria de viola "pega fogo" ao velho estilo "pé de parede". Venha participar e traga sua família para esse show de cultura popular!
Veja no Mapa o local da apresentação em praça pública:


h
Idealização e organizaçãoprof. Marcos Aurélio
Contato OI (85) 86800863 TIM (85)96829866

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Encanta Cantadores! Homenagem ao poeta Rosaneto: Círculo de palestras e conversas



Encanta Cantadores! Homenagem ao poeta Rosaneto
Círculo de palestras e conversas


De repente Rosaneto e Xexéu contam as suas histórias!
Mesa Galope Beira mar
 Rosaneto e Xexéu 03/11 as 16:00.

A Poesia na cidade de Fortaleza: os novos poetas
Mesa Dez de queixo caído
Michael Melo Bocádio
(poeta, professor e mestrando em Filosofia) e convidados 15:00.
Fontenele Gomes e Manoel Batista
Vivendo no galope: histórias de vida
10/11 às 16:00.

Poesia popular como instrumento de desalienação.
Mesa Quadrão perguntado
 Marcos Aurélio (Professor Mestre em Filosofia)15:00.
Geraldo Amâncio e Zé Eufrásio
Falando em cantoria! 
17/11 às 16:00.
Poesia popular, cordéis e outros temas
Prof. Dr. Ubiracy Braga 
Mesa Voa sabiá
Vivência e Evidência – relato de situações do cotidiano e profissional do poeta repentista
Ari Teixeira e Cesanildo Lima
24/11 às 16:00.
*Cada evento começará com um ciclo de palestras com duração média de 50 minutos na Associação Comunitária dos Moradores do Curió, após a palestra terão inicio as apresentações no palco.
Local: Rua Eng. Diogo Vital Cruz nº 380. Bairro Lagoa Redonda – Fortaleza Ceará.
Apoio cultural:
Prefeitura municipal de Fortaleza  ;    Associação comuninitária dos Moradores do Curió—Gente de luta;  Associação  dos Cantadores do Nordeste; Associação dos Cantadores do Ceará ; Mercadinho O Nildo; Mercadinho Vasconcelos; Super Baratão Curió e Salão de beleza Afrodite.

 Organização : Prof. Marcos Aurélio ((85) 86800863 (85) 96829866.

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

A tragédia de Docival Alves

A VIOLÊNCIA NÃO PÁRA!
Infelizmente a violência segue provocando estragos e deixando vítimas. Ontem nós perdemos um grande amigo, poeta, músico e acima de tudo, um homem que foi dono de um carisma muito grande para conosco!
Docival Alves, 45 anos, casado, pai de dois filhos, natural da cidade de Princesa Isabel (Sertão Paraibano), onde era proprietário de uma rádio via internet (VIOLA NET).
Ele foi morto por assaltantes em São Paulo no dia 29/01/2009.
*Heleno Alexandre, Sapé-PB.
Inspirado no que escreveu o poeta Heleno Alexandre, escrevi:
De vez em quando Deus chama
Um poeta do sertão.
Nosso Deus onipotente,
Pai da santa poesia,
Se quer ouvir cantoria
Chama um cantor de repente.
Já convocou Zé Vicente,
Louro, Xudu e Cancão,
Jó, Expedito, Azulão
Para o celeste programa.
De vez em quando Deus chama
Um poeta do sertão.
O poeta Docival
Lá de Princesa Isabel
Sempre levava o Cordel
Ao mais alto pedestal.
Mas a sanha marginal
De um covarde ladrão
Calou mais um campeão
Antes do auge da fama.
De vez em quando Deus chama
Um poeta do sertão.
A rádio Viola Net
Não mais terá sua voz,
Os seus fãs ficarão sós,
Desfalcada a Internet.
Mas Deus pôs no seu escrete
Um bardo e seu violão
Para cantar a canção
Que nenhum anjo declama.
De vez em quando Deus chama
Um poeta do sertão.
Autor: Wellington Vicente.
PVH-RO, 04/02/2009.
In:  http://www.luizberto.com/cordeis-volantes/mais-um-poeta-se-vai

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Em novembro: Encanta cantadores! Homenagem ao poeta Rosaneto.



O evento Encanta Cantadores! Homenagem ao poeta Rosaneto, finalmente teve seu recurso liberado e estamos na correria para realizá-lo agora em novembro. As datas já estão definidas,  as apresentações acontecerão como no cronograma original aos sábados, só que todos no mês de novembro. Deste modo confiram os respectivos dias:

03 de novembro:  Rosaneto Freitas & Xexéu ;

10 de novembro: Fontenele Gomes & Manoel Batista;

17 de novembro: Geraldo Amâncio & Zé Eufrásio;

24 de novembro: Cesanildo Lima & Ary Teixeira.

sábado, 1 de setembro de 2012

Espetáculo: Encanta Cantadores! Homenagem ao Poeta Rosaneto


Horário: 17h Data: 24/08 Classificação: Livre Duração: 50m Local: Praça

RELEASE
O projeto “Encanta Cantadores” busca manter viva a tradição das cantorias populares nos bairro Curió e Messejana. O projeto intenta uma criação e recriação de um vínculo das pessoas com a arte do repente e do improviso, marcas da nossa cultura sertaneja que perdura como um elemento da cultura milenar dos grandes poetas. O projeto destina-se a homenagear o poeta Rosaneto Freitas que teve grande participação na divulgação da arte do repente  na região da Grande Messejana. Sempre atuante nos interesses da comunidade dos repentistas com seus programas de rádios, propagou a arte do repente em locais distintos do território cearense.                                  
FICHA TÉCNICA DO ESPETÁCULO
Cantadores:
Xexéu e Fontenele Gomes
Atanias e João Louro
Apresentador:
José Wagner Macedo Souto
Idealização e Produção:
Marcos Aurélio da Guerra Dantas.
Apresentação do Poeta repentista Atanias homenageando todos os poetas.

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Lucarocas: A DECEPÇÃO DO ENCONTRO



           DECEPÇÃO DO ENCONTRO
                 Na Festa da Antologia
                                               Lucarocas

Para mostrar seus valores
Na prosa e na poesia
Um grupo de escritores
Tudo melhor escrevia
Para poder publicar
E assim se consagrar
Na primeira antologia.

Marcaram festa de gala
Num recinto da cidade
E para dar sua fala
Convidaram autoridade
Além de agremiação
Chamaram associação
E a alta sociedade.

Muita pompa e coquetel
Pra todo mundo saudar
Um letreiro de papel
Pra festa identificar
E mesas ornamentadas
Já estavam preparadas
Cada um com seu lugar.

Associação de escritores
Chamaram de Fortaleza
E as senhoras e senhores
Mostravam grande beleza
Mas numa ação de lamentos
O diretor de eventos
Gerou indelicadeza.

Dois artistas convidados
Pra uma apresentação
Ficaram impressionado
Com a má recepção
E a festa da antologia
Tornou-se então nesse dia
Uma grande decepção.

Quando chegaram ao local
Ninguém sabia de nada
E no centro social
A festa estava arrumada
Com os mais belos artigos
Mas para a dupla de amigos
Não tinha hotel nem pousada.

E naquele clima estranho
A dupla cedo chegou
Querendo tomar um banho
Um local não encontrou
E os dois ali esperando
Que houvesse algum comando
De alguém que os convidou.

Então criou-se um dilema
Pra aquela situação
Foi dado um telefonema
Para buscar solução
Mas por diversos momentos
O promotor de eventos
Não quis lhes dá atenção.

Enquanto os artistas sós
Ficavam então esperando
Dizia estar em Orós
Que estava logo chegando
Mas com aquela demora
O certo e que de hora e hora
O tempo ia passando.

E feitos outros contatos
Com o tal anfitrião
Se complicaram os fato
Pra aquela apresentação
Pois ele se manifesta
Dizendo que está na festa
Bem naquela ocasião.

Ao chegar ao ambiente
A dupla foi se encontrar
Com uma porção de gente
Que estava pra festejar
E o tal anfitrião
Buscou lhe dar atenção
Para se justificar.

Deu desculpa esfarrapada
Pro poeta e o violeiro
E numa ação descarada
De quem é um traiçoeiro
Disse sem titubear
Para a dupla se trocar
Ali mesmo no banheiro.

Isso a festa começando
Com muita pompa e alegria
E a dupla observando
A tamanha hipocrisia
Que é capaz um ser humano
No macular do seu plano
Na festa da antologia.

A dupla ficou sabendo
Que estava tudo arranjado
O anfitrião querendo
Deixou a dupla de lado
Pois o espaço sobrava
Então ele colocava
Um amigo seu contratado.

Com ar de humilhação
A dupla foi pra um hotel
Pensando no anfitrião
E em seu moleque papel
Resolveu não mais voltar
Para se apresentar
Na festa do coquetel.

Com uma vergonha tamanha
Buscaram um novo abrigo
Pois em uma terra estranha
Também corriam perigo
E foram telefonar
Para então localizar
Alguém que lhe fosse amigo.

E Deus na sua grandeza
Deu-lhes iluminação
E pra alguém em Fortaleza
Foi feita uma ligação
E pra surpresa geral
A pessoa foi mais legal
Que o tal anfitrião.

Deu pra dupla uma acolhida
Cedendo sua moradia
Deu-lhes conforto e guarida
Com a maior alegria
E estando em fortaleza
Teve maior gentileza
Que o povo da antologia.

E ali em outra cidade
Tiveram muita atenção
Fizeram nova amizade
Viveram grande emoção
E descobriram que amigo
É o que lhe dá abrigo
Sem causar decepção.

E toda aquela viagem
Fez a dupla refletir
E criar bem mais coragem
Pra sua vida seguir
Fazendo bem seu trabalho
Sem ter nenhum atrapalho
De quem só quer destruir.

Esse registro de história
Vai entrar pra galeria
E vai ficar na memória
Da arte e da poesia
Quando com esse recontro
A decepção do encontro
Na festa da antologia.

Por essa situação
Causar um constrangimento
Se faz solicitação
Pedindo deferimento
E com vergonha na face
A dupla pede da ACE
Seu total desligamento.

O Lucarocas poeta
E o Cayman violeiro
Seguirão a sua meta
Rumo a um novo paradeiro
Pra sua arte mostrar
Sem da ACE precisar
Pra seguir pro mundo inteiro.

Fortaleza, 25 de agosto de 2012.